A MENTIRA DA MODA: OS COMUNISTAS DA ANTIGA URSS VENCERAM OS NAZISTAS E SALVARAM OS JUDEUS. Que esquerdistas mentem o tempo todo, todo o mundo sabe. Novidade alguma. Mentira é o terceiro nome da Esquerda, atrás apenas de violência e corrupção. Mas algumas mentiras assombram mais do que outras. A “narrativa” da semana é dizer…

Leia Mais

Só não dá o correto diagnóstico para a fatal derrocada latino-americana: a resiliência da cultura barroquista, terreno fértil para a retórica, a falácia, o ilusionismo, o delírio e o paradoxo das narrativas que negam a realidade. Sobretudo o esquerdismo, avatar moderno do barroquismo mental da cultura dominante latino-americana! Argentina, un país que era democrático cuando…

Leia Mais

https://dcomercio.com.br/categoria/opiniao/noticias-falsas-pensamentos-falsos Nossa grande imprensa, a serviço voluntário ou involuntário de uma visão de mundo esquerdista, exacerba atribuições sociais como as de investigar, denunciar e julgar de instituições típicas de Estado. Por Jorge Maranhão 11 de Maio de 2019 às 09:13 Mestre em filosofia pela UFRJ, dirige o Instituto de Cultura de Cidadania A Voz do Cidadão…

Leia Mais

Veja o comentário de Bernardo Kunster sobre a necessidade de priorização do ensino fundamental como a mais correta política de educação pública. O resto são as lamúrias e os minimis de sempre de esquerdopatas viciados em privilégios e indolência das universidades públicas improdutivas e ineficientes entre suas congêneres em todo mundo ocidental! Post Views: 567

Leia Mais

O Presidente Jair Bolsonaro quer trocar Paulo Freire, o atual patrono da Educação brasileira, por alguém que esteja verdadeiramente sintonizado com o Brasil.Parabéns, Presidente!Freire pode ser patrono do PT. Do Brasil NÃO é!Vamos minha gente, saindo logo do atraso, rumo a um Brasil mais iluminado!Esse patrono criado pelo PT, ofereceu aos seus idólatras a *Pedagogia dos…

Leia Mais

Circulam nas redes sociais dois posts interessantes que demonstram nosso atávico apego pelo barroquismo mental e pelas falácias da argumentação barroquista! O primeiro trata-se de um comparativo sobre a média de assassinatos entre duas cidades americanas, Chicago, onde é proibida a venda e posse de armas, e Houston, onde é liberada. Segue-se ao post o…

Leia Mais

Taí uma boa pauta para a extrema imprensa! O paradoxo barroquista de desconsiderar o fim pela obsessão dos meios! Pois a maior e mais cruenta das batalhas é a cultural! E sem mídia, perderemos esta janela aberta pela política conservadora e liberal! Desmontar o Estado é a grande missão, destorcer as torções do intervencionismo e…

Leia Mais

Primeiro capítulo de uma série de reportagens especiais gravada na Rússia sobre a história da União Soviética. Interessante é saber que o Brasil de hoje pode estar ameaçado de reproduzir mesma esquizofrenia social e política, onde 80% da renda se concentra nos 20% mais ricos da alta burocracia do Estado e do empresariado em relação…

Leia Mais

Produção insuspeita de 2001 da TV Brasil já chamava a guerrilha do Araguaia pelo nome que deve ser chamado, terrorismo. O que demonstra que a narrativa esquerdista de deslegitimação do “Golpe de 64”, insistentemente apelada pela grande mídia, não corresponde mesmo à verdade dos fatos. A intervenção militar mobilizada pelo poder da sociedade civil da…

Leia Mais

Quando os controladores da grande mídia irão intervir para garantir uma mínima imparcialidade e a própria sobrevivência de seus negócios? por Jorge Maranhão 05 de Abril de 2019 às 11:00Mestre em filosofia pela UFRJ, dirige o Instituto de Cultura de Cidadania A Voz do Cidadão e autor de “Destorcer o Brasil. De sua cultura de torções,…

Leia Mais

No meio da cobertura da prisão do Temer, veja como o jornalismo retórico dá um jeitinho contorcionista de incluir o presidente Bolsonaro na matéria, posando de imparcial e fingindo fazer oposição ao governo. Trata-se da figura retórica do disfemismo, de agravar e depreciar um relato sobre alguém ou algo. Post Views: 446

Leia Mais

Caio Coppolla, que só atuava nas redes sociais, faz o percurso inverso de grandes jornalistas que acabam trocando os espaços na grande mídia pelos canais das redes sociais. O que mostra que ainda há inteligência na mídia corporativa brasileira. Veja sua entrevista para o canal Spotniks, I’m fos maiores e mais independentes do Youtube. E…

Leia Mais