"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Justissa – O Supremo barroco atenta mais uma vez contra o bom senso e a razoabilidade

Vejam o comentário do procurador do Ministério Público de Contas Júlio Marcelo de Oliveira em tuíte ainda ontem sobre a decisão da Segunda Turma do STF de anular a condenação de Aldemir Bendine.

“Nós escolhemos ser paraíso criminal, paraíso da corrupção. Vamos anular condenações corretas com regras processuais criadas posteriormente. Não somos atrasados por acaso.”

Vejam também comentário do jurista Modesto Carvalhosa:

“A república de Curitiba nada tem de republicana, era uma ditadura completa. (…) Assumiram papel de imperadores absolutos. Gente com uma mente muito obscura. (…) Que gente ordinária, se achavam soberanos”.

Essas foram algumas das palavras com que Gilmar Mendes enfeitou a sessão de ontem da 2.ª Turma do STF.

Não era para menos, pois, na companhia de Lewandowski e Carmen Lúcia, ele foi o Gilmar de sempre e conseguiu anular o processo do petista Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobrás, duplamente condenado à prisão por facilitar contratos da petrolífera com a Odebrecht em troca de uma propina de R$3 milhões.

Acolhendo a tese da defesa, entenderam os “ocupantes” da 2.ª Turma que o então juiz Sergio Moro não poderia ter aberto prazo simultâneo de alegações finais para Bendine e os executivos delatores da empreiteira.

*A decisão é mais uma excrescência jurídica perpetrada pelo STF, que, além de obviamente não estar prevista em lei, não tem o menor cabimento na dinâmica do devido processo legal, pois a delação não tira e, no caso concreto, não tirou dos delatores a condição de réus, que, assim, permaneceram, tanto quanto Bendine, com o direito de se manifestar só depois da acusação.*

Por causa dessa brecha monstruosa, nem é preciso dizer que vai chover recurso de corrupto sustentando a mesma barbaridade  ̶̶  o advogado do político preso Lula da Silva já informou que vai fazer “uma avaliação específica sobre o tema”…

Agora, o que se espera é que a Procuradoria da República recorra para o plenário do STF, ao qual caberá corrigir o absurdo e, dessa forma, evitar que não apenas Bendine escape da Justiça mas todos os demais corruptos sigam caminho idêntico e sejam premiados com a liberdade para usufruir os bilhões que desviaram dos cofres públicos.

*Não é demais repetir: a Cleptocracia, sem a menor cerimônia, resolveu abrir de vez sua caixa de ferramentas para desmontar todo o corajoso trabalho da Lava Jato.*

Daí que, ou nos unimos para exigir, entre outras medidas, o *impeachment de ministros do Supremo, a CPI Lava Toga, o veto integral ao projeto de lei de abuso de autoridade*, ou, como diria Ruy Barbosa, assistiremos ao triunfo das nulidades, da desonra e da injustiça, e teremos, enfim, um povo que se desanima das virtudes, ri da honra e sente vergonha de ser honesto.

Mas, pelo que vimos domingo passado nas ruas do país inteiro, *ainda temos muito mais razão para confiarmos na fibra dos brasileiros de bem e, por isso, concitamos a todos que permaneçamos juntos em torno de nossas causas patrióticas e firmes contra toda a bandalheira.*

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.

%d blogueiros gostam disto: