Em Alegrias e tristezas: estudos sobre a autobiografia de D. Isabel do Brasil, os textos autobiográficos são reunidos às análises de dois especialistas sobre a governante: a historiadora e arquivista Maria de Fátima Moraes Argon, presidente do Instituto Histórico de Petrópolis e pesquisadora-chefe do Arquivo Histórico do Museu Imperial e o historiador e advogado Bruno da Silva…

Leia Mais

Trata-se de uma tese instigante: as consequências do impedimento do IIIº Reinado, com a já decidida abdicação ao trono de D. Pedro II e a ascensão de D. Isabel I como Imperatriz do Brasil, não fosse proclamada a república na quartelada de 1889. Segundo o historiador e advogado Bruno da Silva Antunes de Cerqueira, fundador do…

Leia Mais