E afirma Nivaldo o que todos nós estamos a assistir estupefatos: “O STF impediu que o ex-presidente Lula, condenado em segunda instância, seja conduzido imediatamente à prisão, contrariando sua própria decisão anterior. Nojo! Assassinaram a Justiça, fizeram letra morte da ordem jurídica. Preâmbulo de caos.”

Pois é! Enquanto nós, os cidadãos pagadores de impostos, não pressionarmos para que o Supremo jeitinho largue de vez esta cultura de artimanhas e vã retórica barroquista, não teremos o Brasil que queremos. Barroquista por que de mentalidades encharcadas de ironias, pastiches, farsas, burlas, hipérboles, expressionismo, exibicionismo, falta total de razoabilidade, bom senso, efetividade e resolubilidade. Trata-se de um escárnio para com a dignidade e o respeito que devem ao cidadão brasileiro!

Vejam o que circula nas redes, se não é farsa e burla barroquistas se não fosse verdade e tivéssemos testemunhado com nossos próprios olhos as cenas grotescas de nossos supremos de frango:

“O STF reuniu-se para decidir. Mas decidiu que, antes, precisava decidir se podia decidir. Decidiu que podia. Mas decidiu não decidir, mesmo podendo decidir. Decidiu que vai decidir outro dia. Mesmo assim decidiu que TRF4 não pode decidir pela prisão antes dele decidir o que ia decidir e não decidiu!”

Vergonha! Vergonha! Vergonha!

 

 

Deixe uma resposta