“Sobre o decreto de ampliação do direito de porte de armas, só falta aparecer por aí entrevistas com assaltantes, ladrões de cargas, com quem invade casas, para saber o que eles estão pensando, pois eles devem estar furiosos com esse decreto que aumenta o direito de defesa das pessoas, de seu patrimônio. Certamente os assaltantes vão formar um sindicato para reclamar que estão tolhendo o seu direito ao trabalho. Quem sabe, vão recorrer ao Supremo…”

Deixe uma resposta