Porque o Supremo Barroco nos quer enganar mais uma vez. Depois do caso Renan, depois da contorção da lei com a Dilma, agora é a vez de torcer a lei com o Lula. O Supremo jeitinho é o achincalhe maior da política brasileira, um escárnio contra o mínimo de razoabilidade e bom senso. Como diz o provérbio chinês, 200 não podem estar errados. Chega de pedantismo, estrelismo, bacharelismo, exibicionismo, papo furado e retórica juridiquenga! Chega de empulhação. O Supremo de frango indigna a cidadania brasileira!

Deixe uma resposta