Trata-se do Roda Viva de despedida do jornalista Augusto Nunes que, a partir de abril, será substituído na direção do melhor programa de entrevistas da TV brasileira, o Roda Viva, pelo jornalista Ricardo Lessa. No momento em que o Supremo jeitinho, num ato de desfaçatez e escárnio ao cidadão brasileiro, decide não decidir, numa expressão mais pura de que estamos presos nosso paradoxo barroquista, ao contrário de Lula, solto apesar de condenado.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.