"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

História do Brasil – Brasil Paralelo lança documentário sobre 1964 destorcendo as narrativas esquerdistas da mídia e da academia

A mídia pode tentar suprimir a narrativa de direita sobre a recente história do Brasil, sobretudo se houve ou não houve uma ditadura no Brasil a partir da intervenção militar de 1964, o que vem fazendo desde então ocupando os aparelhos de produção cultural do país, academia, justiça, imprensa, artes etc.  Mais recentemente, pode também questionar e tentar ridicularizar o direito de manifestação do presidente da república eleito, e dar sua versão  hegemônica de que a direita é sempre formada por capetas sanguinários e a esquerda por nobres santos e idealistas. Mas está ficando cada dia mais difícil manter esta hegemonia, sobretudo na mídia onde deve imperar a imparcialidade e não a tomada de posição da esquerda, sobretudo em sua versão light de socialdemocracia. Como manda a prudência iluminista, tudo pode admitir duas versões opostas, dependendo sempre da perspectiva de quem olha. Assim como na outra recente polêmica sobre se o nazismo é de esquerda ou de direita, sempre será tomado como de esquerda pelos liberais conservadores, assim como sempre será de direita pelos esquerdistas. Se estes ressaltam as bases nacionalistas e militaristas do regime como armas típicas da direita, incluindo erradamente os conservadores nesses credos, estes  últimos ressaltam o aspecto coletivista do nazismo redundantes no próprio nome do partido nazista – nacional socialista dos trabalhadores alemães.

Como a história é mais complexa do que os rótulos das narrativas de propaganda, imparcialidade de fato demonstraria a nossa grande mídia se, ao invés de se engajar apressadamente na narrativa do “golpe de 64” e boicotar a inovadora visão da direita do documentário, garantisse as duas visões para sua audiência cada vez menores, chamando para seu time de comentaristas alguém mais conservador. Até por que é o próprio cidadão eleitor brasileiro que está assim querendo. A não ser, é lógico, que nossos jornalistas estejam tentados a dançar na beira do abismo a que estão empurrando as próprias empresas de mídia.

Em tempo: o documentário já está com quase 2 milhões de visualizações em menos de 24 horas de postado nas redes sociais.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.