Enfim, uma voz sensata no PT. O senador Jorge Viana chama a atenção para o peso do Judiciário no PIB: um dos maiores do mundo! E para que? Para as cortes superiores revisarem as decisões da primeira instância? Para desconstruir  a Lava Jato? Esforço de moralização pública inédito no país? Em nome de uma doutrina garantista e recursista de um país hipotético de primeiro mundo? Como se o Brasil fosse a Dinamarca? Primeiro limpem da administração pública as quadrilhas de bandidos e depois o sistema de indicação política dos tribunais superiores. Se é certa a crítica à marcha da Insensatez do senador petista, torta é a argumentação sobre a escolha entre investimentos públicos na Petrobras. Uma coisa não tem a ver com outra. Ao contrário, se tem é pelo viés da próprio inchamento da máquina pública. Empresas estatais não são missões específicas da organização do Estado, mas são seguramente fonte de corrupção. Enquanto a Justiça é missão indelegável do mesmo. A sociedade civil unida as instituições públicas que lutam contra a imoralidade e a leniência de juízes de Olimpo estão em vigília!

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.