"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Filosofia – Loryel Rocha disserta sobre filosofias da história e os mitologemas das culturas

Um panorama sobre as filosofias da história e suas relações com a cultura. Particularmente o mitologema da cultura luso-afro-brasileira que surge com a visão de Cristo pelo primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques, na batalha de Ourique contra os mouros no ano de 1.152. Uma filosofia providencialista da história que, ao contrário das filosofias materialistas dialética (Hegel-Marx) ou positivista (Comte), não reduzem os fatos históricos à sua dimensão econômica ou política. Sendo a mais antiga Casa Real das monarquias europeias com uma única dinastia, resta saber dos demais mitologemas das demais culturas, como a italiana, a germânica, a francesa, espanhola e inglesa, em comparação com a portuguesa (o chamado Quinto Império pelo jesuíta Antonio Vieira) para se proceder a uma avaliação no transcurso do legado ocidental judaico-cristão. Loryel Rocha nega que seu trabalho com o Imub – Instituto Mukharajj Brasilan possa ser identificado como de “direita” e de militância em redes sociais, na medida mesma em que nega que o mitologema fundador do Brasil seja o golpe da independência promovido por Dom Pedro I e seu patrono José Bonifácio de Andrada e Silva. Assim como defende sua filosofia providencialista da história em que o mitologema fundador da cultura brasileira é o mesmo da visão de Cristo pelo primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques, na batalha de Ourique. Pois a filosofia da história não pode ser apenas o projeto de poder de uma dita elite intelectual que busca o conhecimento adquirido pela epistemé (lógica e dialética), a tecné (poética) ou a doxa (retórica) – na visão aristotélica dos quatro discursos, mas pela verdade revelada através da compreensão de nossa ignorância, pois que é a verdade sagrada que liberta (incarnação de Deus em Cristo). Vale a pena conhecer e refletir.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.

%d blogueiros gostam disto: