Conversa preliminar à reunião com militares realizada em Brasília, 31/05/18, sobre a necessidade de as FFAA reverem a sua participação na fiscalização das eleições de 2018, voltando seu foco para a contagem pública dos votos. Matéria sobre esta reunião poderá ser vista em www.convergências.org.br

Pois o processo eleitoral é um ato de administração pública que deve ser regido pelo princípio da publicidade como outro qualquer e prescrito no Art. 37 da CF para quaisquer agentes públicos. Ainda mais o TSE que está descumprindo a lei que determina a auditoria pública dos votos.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.