"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Dia da Cidadania expõe mais uma vez o desentendimento sobre o tema

Enquanto o Senado segue enfrentando a pior crise da sua história, a sua Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Casa aprovou semana passada um projeto do senador Papaléo Paes (Amapá) que institui o dia 5 de outubro como o Dia Nacional da Cidadania.

Segundo o autor da proposta, a data é importante na medida em que marcou, em 1988, a promulgação da chamada Constituição Cidadã. Papaléo justificou que, com a Constituição de 88, “jamais se observou um respeito tão grande aos direitos e garantias políticas”.

E fica aí mais um projeto sem a menor relevância para a cidadania de fato, saído exatamente de uma Casa que tem primado por contrariá-la nos últimos anos. São os chamados “projetos de baixo impacto”, que criam ou mudam nomes de logradouros, concedem títulos honoríficos e instituem datas comemorativas que não trazem qualquer benefício real para o bem público e os cidadãos eleitores e pagadores de impostos. Na outra ponta, os “projetos de alto impacto” para a cidadania visam aperfeiçoar o controle dos atos públicos por parte da sociedade civil organizada e criam condições para a transparência das informações sobre eles.

Ou seja, ainda que a Constituição de 1988 seja de fato um marco na garantia dos direitos e deveres dos cidadãos, não é correto confundi-la com o conceito de cidadania.

Esse projeto, o PLS 20/09, segue agora para apreciação pela Câmara dos Deputados e a cidadania continua sendo um conceito sem a devida compreensão dos políticos, seja por ignorância ou pura má-fé mesmo. Afinal, onde está a verdadeira reforma política para acabar com a ineficiência da gestão pública e o foro privilegiado? Onde está o apoio dos governantes para iniciativas cidadãs como o orçamento participativo? E quando vão regulamentar vários artigos da própria Constituição, ainda inúteis por falta de leis complementares?

Enquanto estas e outras questões fundamentais para a cidadania não forem respondidas não teremos, de fato um Dia Nacional da Cidadania. No máximo, esse Dia Nacional da Constituição que, na verdade, precisa é ser praticada de fato pelos nossos Senadores, pagos com o nosso dinheiro justamente para isso.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.

%d blogueiros gostam disto: