"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Campanha “Doação Aberta” do MCCE quer combater doações ocultas

Campanha “Doação Aberta” do MCCE quer combater doações ocultas

Agora que entramos na fase “política” do julgamento do mensalão, as relações nem sempre transparentes entre partidos políticos, candidatos e doações de campanha passam a estar na pauta do momento. O próprio ministro Joaquim Barbosa, relator do processo, advertiu ontem: “partidos políticos não são doadores universais para outros partidos políticos”.

Não é à toa que um grupo de juízes eleitorais começa a exigir que candidatos em sua jurisdição listem quem são os apoiadores de suas campanhas através dos partidos políticos. Através do MCCE, o próprio juiz eleitoral Márlon Reis, um dos coordenadores do movimento, lançou este mês a campanha “Doação Aberta”, que tem como base a Lei do Acesso a Informações Públicas.

A campanha, encabeçada por magistrados de seis estados, como o próprio nome já diz, quer mais transparência nas doações através de um provimento determinando que candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador revelem qual a origem dos recursos transferidos para as suas campanhas por partidos e comitês partidários. Caso a determinação não seja cumprida, o candidato poderá ter sua diplomação questionada pelo Ministério Público.

Não é de hoje que os partidos políticos são chamados de “caixas pretas” no que se refere ao fluxo de verbas que entram e saem de suas contas. O trabalho detalhado da Procuradoria-Geral da República e o grande saber jurídico do ministro relator do processo, Joaquim Barbosa, vêm esclarecendo um pouco dos tristes costumes enraizados em nossas agremiações partidárias.

E agora chegou a vez da justiça eleitoral começar a fazer a sua parte. Como bem ficou demonstrado na primeira fase do julgamento, o dinheiro que circula pelos partidos com vistas a campanhas para cargos públicos têm, sim, que ser claramente identificados à sociedade. Principalmente no caso da legislação eleitoral brasileira, que estabeleceu o chamado fundo partidário; na verdade, uma forma de financiamento público de campanha pois são recursos públicos repassados aos partidos. Ou seja, se é público, tem que ser transparente.

Não custa lembrar que a questão do financiamento de campanhas eleitorais é um dos pontos principais da reforma política defendida por dezenas de entidades da sociedade civil, organizadas através da Plataforma de Movimentos pela Reforma Política. E que, claro, está sendo “empurrada com a barriga” pelo Congresso Nacional.

Aqui na Voz do Cidadão vocês podem conhecer a íntegra da entrevista do juiz Marlon Reis sobre doações ocultas de campanha. É hora dos partidos entenderem de vez que a sociedade exige mais transparência e ética deles. Ficha limpa não é só coisa para indivíduos; tem que ser das instituições políticas também.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.

%d blogueiros gostam disto: