"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Artigo – “O espetáculo de terror que assola todos os dias as redações da grande mídia”, por Renato Mandarino

O espetáculo de terror que assola todos os dias as redações da grande mídia

As notícias do Estadão, Folha, Globo, Veja, IstoÉ, Época e mais uns menores, parecem ser coordenadas.

Não se trata de passar o pano, mas constatar que estão apelando com um único objetivo: atacar o governo.

Repare que a meses atrás ocorreu forte campanha tentando indispor o vice Mourão com o Presidente Bolsonaro. Elogiavam Mourão e depreciavam Bolsonaro. Chegaram a agir como se fossem “partidários” de Mourão, e que “Mourão seria a solução”.

A técnica é simples, e suja, destacar Mourão acentuava a depreciação de Bolsonaro.

De início, Mourão quase embarcou na “canoa furada”, mas alguém deve ter lhe aberto os olhos para o “canto da sereia” que estava sendo empregado. O objetivo era unicamente atingir Bolsonaro, e mesmo que ocorresse a improvável hipótese do Mourão assumir, naquele momento os mesmos que se faziam “partidários”, passariam a atacá-lo impiedosamente, tal qual fazem com Bolsonaro.

Após Mourão, tentaram a todo custo indispor Guedes com Bolsonaro, lançaram boatos de que estaria de saída do governo, etc.

Atacaram Guedes também de forma direta, inventando todo tipo de acusação. Guedes permaneceu impávido, reforçou a união com Bolsonaro e deu algumas respostas “na lata” que calaram jornalistas e congressistas.

Mais recentemente o foco passou a ser o Ministro Sérgio Moro e essa estória de “ameaça a Lava Jato”.

Primeiro ocorreram os ataques do IntercePT que de todo jeito tentava desqualificar a atuação de Sérgio Moro como Juiz.

Por sinal, por onde anda o Verdevaldo? Onde estão as revelações bombásticas que ele prometeu? Bastou desmantelar o esquema do hacker que ele sumiu. As únicas revelações que surgiram são do marido do Verdevaldo, David Miranda (PSol-RJ), reveladas pelo COAF.

Aliás, tolos ficam repetindo que o COAF acabou. Só que não!!! O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) foi repassado ao Banco Central (BC) e mudou o nome para Unidade de Inteligência Financeira (UIF). Por que isso? Para tornar ineficaz aquela medida absurda do Toffoli que impedia o COAF de investigar.

Paralelo a isso, ocorreram ataques a outros ministros, ex: Ministro Ricardo Salles e toda aquela história das ONGs e do Fundo Amazônia. Só que foram desmascarados nos seus reais interesses e como eram malversadas as verbas do Fundo Amazônia.

Depois a mídia seguiu dizendo que Bolsonaro está fritando o Moro. Inventaram, distorceram, e lançaram dos recursos mais sujos para tentar fazer parecer que a mentira procedia.

Para botar fim a essa conversa de fritura e de insatisfação, Moro fez várias declarações elogiosas a Bolsonaro e vice-versa, culminando com o desfile de 7 de Setembro, onde os dois circularam juntos entre abraços.

O fato determinante é que desde que o Governo Bolsonaro assumiu, muitos grupos poderosos estão tendo grandes prejuízos. Para dar um exemplo que está sob a alçada do Ministro Sérgio Moro e com total chancela do Presidente Jair Bolsonaro, o narcotráfico está levando na cabeça. Os contrabandistas de armas também, e até o contrabando de cigarros está perdendo a maior parte dos carregamentos.

Não são apreensões de quilos, mas de Toneladas! Operações assim tem ocorrido em todo o Brasil. Esses criminosos estão perdendo Milhões e Milhões. E muitos grupos narcotraficantes estão desesperados com o prejuízo, vide gravação divulgada recentemente de um suposto tesoureiro do PCC dizendo que com esse governo e o Ministro Moro não tem “esquema” como havia com o PT.

Tais grupos envolvem criminosos de facções, mas também, em vista de situações passadas, é razoável pensar que “tem no bolso” políticos, pessoas da mídia, até mesmo do judiciário. E é claro que não vão aceitar perder passivamente.

Por isso tantos ataques ao governo federal e a alguns governos estaduais. Esses criminosos estão reagindo fortemente a isso, usando de todos os recursos, imagináveis e inimagináveis. Vários estratagemas estão sendo empregados, e um destes estratagemas é tentar romper com a unidade do governo.

Existem incoerências da mídia que são gritantes.

Por exemplo, a mídia inventou de dizer que a Lava Jato está ameaçada, aí eu pergunto:

Se a mídia quer tanto defender a Lava Jato, por que não dá a devida divulgação a delação do Palocci?

A mídia não comenta a delação do Palocci, assim como não comenta o absurdo feito por Raquel Dodge, que solicitou o arquivamento preliminar de trechos da delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro com acusações graves contra o ministro do (STJ) Humberto Martins; contra o atual presidente do (TCU) José Múcio Monteiro; contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); e contra um irmão do presidente do STF, Dias Toffoli.

Outra coisa, ficam falando do Senador Flavio Bolsonaro, porque um ex-funcionário movimentou R$ 600 mil na conta do próprio ex-funcionário. Sendo que por uma movimentação na conta do ex-funcionário, o sigilo de Flavio Bolsonaro foi quebrado ilegalmente há dois anos.

Como nada encontraram, quebraram este ano, legalmente, o sigilo de mais de CEM pessoas supostamente ligadas ao Senador, sendo que depois alegaram que algumas dessas quebras de sigilo ocorreram “por engano”, isso porque a alegação para quebra do sigilo não se sustentou.

Ocorre que na mesma lista do COAF que cita o nome de Flávio Bolsonaro está o atual presidente da ALERJ, do PT, claro, Andre Ceciliano, do Lula Livre e Lula preso POLÍTICO, que teve por meio de funcionários do seu gabinete, movimentação atípica de R$ 50 MILHÕES, pois não se vê um pio a respeito por parte da extrema imprensa.

Os gabinetes de mais 21 parlamentares também movimentaram MILHÕES. Dezenas de milhões, e não se vê uma notícia, nenhuma investigação açodada.

O relatório do COAF citou 21 deputados estaduais do Rio de Janeiro: O primeiro da lista é André Ceciliano, do PT, cujos assessores movimentaram 49,3 milhões de reais. O segundo, de acordo com a Folha de S. Paulo, é Paulo Ramos, do PDT, com 30,3 milhões de reais. Márcio Pacheco, do PSC, aparece em terceiro lugar, com 25,3 milhões de reais, e aparecem também nomes como o de Carlos Minc do PSB e Eliomar Coelho do PSOL, todos com movimentações muito maiores que a atribuída ao ex-funcionário de Flávio Bolsonaro, mas a mídia só fala no Flávio Bolsonaro. Por que será?

Está evidente que não querem qualquer apuração real e justa, o que querem é apenas manter o nome de Flávio Bolsonaro na mídia, sob ataques mentirosos de forma a atingir o governo do Presidente Bolsonaro.
Cuidado, a mídia “planta” ideias… Não subestime a capacidade deles, pois é um erro fatal!

Cuidado para não embarcar. São sofismas, falácias. Eu mesmo já caí em algumas.

Inclusive, aproveito para comentar sobre O Antagonista, que já foi bom, mas perdeu o rumo, talvez por falta de pauta, e por achar que precisa falar mal a todo custo, ou apresentar “teorias da conspiração” toda semana para faturar assinaturas na Crusoé.

Se o Antagonista está assim, imagina a Folha, a Globo, o Estadão, a Veja,…

Fico imaginando como deve ser uma reunião de pauta nessas redações?…

Triste é saber que a maioria lê só manchete e mesmo dentre os que leem a matéria falta o senso crítico para observar certos pontos.

(Texto de Renato Mandarino)

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.

%d blogueiros gostam disto: