Pena que o mestre não deslinda o nome do poeta paraibano. Se alguém souber, favor enviar carta para esta redação!
Mas o que importa mesmo é o insuperável barroco brasileiro das artes e das letras transbordando para corações, mentes e condutas! Transbordado para nossos costumes, o que acaba por desandar o sentido e a moral da vida social. Pelos desígnios de Deus, sim, mas pelas artimanhas de todos nós! Sobretudo de nossas elites, se é que existem, ou são a própria encarnação do Capeta!
A praga do COVID foi igual para todos os povos, como a Fortuna de Machiavel! Mas nós padecemos de uma praga sobre outra praga! Nossos governantes são de longe os mais desprovidos de Virtù! Sinistros ministros, tratantes e venais governantes brincando com a vida de todos nós! Desviando verbas de repasses federais da saúde para fazer marketing eleitoral aos pés das milhares de covas de todos nós!
Está mais do que na hora de entender como podemos, enfim, entrar no Iluminismo pelo esgotamento tardio de nosso resiliente barroquismo que tudo torce, retorce, contorce e distorce!
https://youtu.be/Beq961fusnk

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.