ABP lança campanha contra censura

Fazendo a sua parte em relação às recentes polêmicas sobre a nova classificação indicativa para programas de TV – considerada por muitos como mais uma tentativa de censura por parte do poder público – a ABP/Associação Brasileira de Propaganda lançou semana passada uma campanha nacional sobre o tema, em meio às comemorações de 70 anos da entidade.

Criada pela agência Giovanni Draft FCB, a campanha “Toda censura é burra” é composta por vários filmes para TV, spots para rádios, peças para mídia exterior e até um hotsite que será usado para colher assinaturas em um abaixo-assinado contra a censura, além de um canal exclusivo no Orkut. O tema principal diz “Nos últimos 70 anos, quem não evoluiu como o consumidor, se limitou a ficar velho como a censura”.

Esta é uma reflexão importante, e que merece deixar o contexto restrito de direito de consumidor, para atingir uma discussão mais ampla. Depois de um período de duas décadas vivendo sob um regime em que o controle sobre os meios de comunicação se fazia bem rigidamente, de fato não se pode tolerar qualquer retrocesso nesse processo, especialmente vivendo sob democracia.

De fato, numa democracia plena a questão da autonomia do cidadão é revestida de importância especial. Temas importantes para a cidadania, como o aborto ou o voto facultativo (que alguns chamam de voto livre) precisam ser amplamente discutidos pela sociedade. Por exemplo, em meio às tantas propostas de reforma política que temos comentado aqui nos últimos tempos, muito se tem falado de voto em lista, voto secreto em votações no congresso, limites a reeleições em vários escalões do poder público, e outras, mas poucos se lembram da instância primeira de todo o processo: o direito que o cidadão hoje não tem de querer votar. Acreditamos que a obrigatoriedade do voto é tão danosa ao processo político de uma democracia quanto uma censura, na medida que transforma em dever o que deveria ser um direito.

Na medida em que denuncia e convida à reflexão sobre a questão do direito de um cidadão à sua autonomia, ao que deseja assistir e fazer, campanhas como a da ABP serão sempre muito bem-vindas. Por isso, aqui na Voz do Cidadão colocamos os três filmetes da campanha “Toda censura é burra” para vocês assistirem e participarem desse debate.

E, a propósito, o hotsite para vocês aderirem ao abaixo-assinado da ABP fica no www.censuraburra.com.br. Em apenas uma semana, mais de 1.100 cidadãos assinaram. Participem!

Categoria:

Editorial

Deixe uma resposta