"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

"Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""O maior castigo para aqueles que não se interessam por política é que serão governados pelos que se interessam." Arnold Toynbee"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas." Disraeli"Cidadãos moradores, eleitores, consumidores e pagadores de impostos, uni-vos pela plena cidadania!""Mobilizando a cidadania contra o populismo.""O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons." Martin Luther King"Não basta aos cidadãos terem responsabilidade civil.""Não basta às empresas terem responsabilidade social.""Não basta aos governos terem responsabilidade fiscal.""É preciso o compromisso de todos com a responsabilidade política, expressão de uma verdadeira cultura de cidadania.""Mobilizando a cidadania pela reforma política.""As leis inúteis debilitam as leis necessárias." Montesquieu"A verdadeira administração da justiça é o pilar mais firme de um bom governo." George Washington"Para que o mal triunfe basta que os homens de bem se omitam." Edmund Burke"Não há poder maior que o de uma ideia cuja hora chegou." Victor Hugo"Mobilizando a cidadania pela transparência pública.""É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe." Epíteto"Onde não há lei, não há liberdade." John Locke"As instituições do Estado e seus agentes devem servir sobretudo ao interesse público. Em caso de conflito de interesse entre cidadãos e governantes, devem servir mais aos primeiros que aos segundos.""Se um cidadão invoca a cidadania em defesa de direitos, seus deveres não podem ser ignorados." T.H. Marshall"Mobilizando a cidadania contra a demagogia." "Qualquer homem que dispõe de poder é levado a abusar desse poder; e irá até onde encontrar limites." Montesquieu"E sem saber que era impossível, ele foi lá e fez." Jean Cocteau"Nunca duvide que um grupo de cidadãos comprometidos e atuantes pode mudar o mundo." Margaret Mead"Mobilizando a cidadania contra a impunidade e a ilegalidade.""Para além de direitos, o maior dever do cidadão é formar outro cidadão.""Mobilizando a cidadania contra a imoralidade política.""O jornalismo pode e deve ter um papel no reforço da cidadania, melhorando o debate público e ressuscitando a vida pública."

Utilidade Pública –

Em tempos de dengue e outras doenças, a Proteste divulga informações importantes sobre repelentes infantis

Leia a íntegra da matéria aqui >>

Escolher um Repelente infantil e saber as indicações adequadas de acordo com a idade da criança, pode não parecer uma tarefa muito simples. Tire suas principais dúvidas sobre o assunto, veja quais marcas conferem maior proteção contra o Zika vírus e escolha a melhor alternativa disponível no mercado:

1. A partir de que idade as crianças podem fazer uso de repelentes? Quais produtos podem ser usados em cada faixa etária?

  • Bebês menores de 6 meses: não devem utilizar repelentes e sim medidas de proteção mecânicas como mosquiteiro, por exemplo. Na dúvida é importante consultar o pediatra. Também existem os repelentes naturais, porém, como seu efeito costuma ser de curta duração, não garantem proteção adequada ao Aedes aegypti.
  • À partir de seis meses: repelentes à base de IR3535.
  • Acima de 2 anos: repelentes à base de DEET (em concentração máxima de 10%) e Icaridina  (em concentração de 25%).

2. O que deve ser avaliado na hora de escolher o repelente ideal para bebês e crianças?

Escolher um repelente para bebê exige cuidados. É preciso se atentar para o ativo repelente (IR3535, DEET ou Icaridina) e sua concentração. Isto porque crianças de 06 meses a 2 anos só devem utilizar aqueles à base de IR3535 e crianças maiores de 2 anos só devem utilizar formulações que contêm  DEET em concentrações máximas de 10%, e formulações que contêm de Icaridina em concentrações máximas de 25%.

3. Qual o melhor repelente contra o Aedes aegypti?

É importante lembrar que, embora mais seguro, os repelentes com o ativo IR3535 conferem menor tempo de proteção. Já os repelentes à base de Icaridina é a que confere maior tempo de proteção contra o Aedes aegypti (o mosquito da dengue).


4. Quais as principais diferenças entre os tipos de repelente?

Os repelentes diferem quanto à substância responsável por repelir os insetos (IR3535, Icaridina, DEET), concentrações e a forma do produto (loção, spray, gel, etc.). Embora todos sejam seguros, o IR3535 é o menos tóxico, seguido pela Icaridina e o DEET.

5. Dentre as marcas disponíveis no mercado, qual o melhor repelente infantil?

De acordo com o nosso teste:

  • Para crianças de 06 meses a 2 anos:  a melhor opção é o produto Johnson’s Baby Loção antimosquito, (cerca de 1h10min de proteção contra o Aedes aegypti).
  • Para crianças acima de 2 anos: a melhor opção é o produto Exposis Extreme, (cerca de 2h45min de proteção contra Aedes aegypti)

Ainda assim, qualquer produto aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode ser utilizado.


6. Como saber se os produtos são seguros e não vão fazer mal à saúde da criança/bebê?

Antes de estarem disponíveis no mercado, os repelentes devem demonstrar sua segurança e eficácia para as condições de uso indicadas no rótulo. Portanto, desde que sejam seguidas as instruções quanto ao modo de uso e faixa etária, os produtos não representam risco à saúde da criança.

Apesar disto, reações alérgicas podem ocorrer (coceiras e placas vermelhas configuram os principais sintomas) de acordo com a sensibilidade de cada organismo e são, muitas vezes, imprevisíveis. Essas reações são tratáveis e cessam à medida que a criança deixa de se expor ao produto.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.