Uma figura desprovida de pretensão como só os gênios são capazes

Paulo Vanzolini, um homem de moral
De Ricardo Dias

Mais um belíssimo documentário sobre grandes músicos e compositores brasileiros, desta vez, enfim, com um ainda vivo, Paulo Vanzolini, com seus completos 85 anos. Com trechos enternecedores de sua vida de cientista, naturalista e zoólogo, entremeados de histórias de sua vida boêmia e artística. E roteiro e direção de um cineasta que também é duplo de cientista e biólogo, Ricardo Dias, que já havia feito um documentário sobre uma expedição de Paulo Vanzolini no Rio Amazonas, de 1995. Além do que o documentário é um desfile de seus fãs e intérpretes favoritos, um elenco de primeira linha, como Chico Buarque, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Márcia, Paulinho Nogueira, Miúcha, Virgínia Rosa, Ana Bernardo, O Bando de Macambira, Chico Aguiar, Edu Maia, João Macacão, Maria Marta e Adoniran Barbosa. Muitas de suas músicas são verdadeiros clássicos da nossa canção popular, como Ronda, Praça Clóvis, Cuitelinho, Capoeira de Arnaldo, Boca da Noite etc. Daqueles clássicos que fazem os menos avisados crer que se trata de folclore nacional do tempo do onça e não uma composição de um artista ainda vivo. Mas um dos exemplares mais emblemáticos da cultura musical popular brasileira, e que traduz com maior fidelidade o espírito boêmio e o caráter da bravura do brasileiro comum, sem dúvida alguma é Volta por Cima.

Veja os versos e reflita.
Chorei/não procurei esconder/todos viram, fingiram pena de mim/não precisava/ali onde eu chorei qualquer um chorava/dar a volta por cima que eu dei/quero ver quem dava. Um homem de moral não fica no chão/nem quer que mulher lhe venha dar a mão/reconhece a queda e não desanima/levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima. Com o sagaz comentário do próprio autor afirmando que todos guardam o verso “dar a volta por cima que eu dei, quero ver quem dava” quando o mais importante pra ele é “reconhece a queda e não desanima”. Como quem apostasse mais no caráter de humilde tenacidade do brasileiro do que propriamente no de uma bravura desafiadora. Vale a pena se enternecer com esta figura impar, doce e desprovida de qualquer pretensão que só os verdadeiros gênios são capazes.

Veja em:

http://www.youtube.com/watch?v=lTuef8pC76U&feature=related


http://www.youtube.com/watch?v=8GQLpjf7GyA

Deixe uma resposta