No Brasil, temos hoje perto de 30 mil famílias recebendo o auxílio

Auxílio-reclusão do INSS é pago às famílias dos presos

Vocês sabiam que a Previdência Social paga um valor mensal à família de quem está preso, pois a sua falta compromete o sustento de sua família? É o chamado “auxílio-reclusão” e a família recebe o dinheiro todo o tempo que o cidadão estiver na prisão, seja sob regime fechado ou semi-aberto. No Brasil, temos hoje perto de 30 mil famílias recebendo o auxílio.

E os valores são até bem razoáveis, começando em 560 reais mensais e podendo chegar a 862 reais, dependendo do salário-contribuição recebido antes da prisão. Mais até que o salário mínimo que está sendo discutido no Congresso, que deve ser fechado em torno de 540 reais.

E você? Acha que essa lei é justa ou injusta?

Evidentemente, existem critérios para se conceder o auxílio. O preso precisa estar empregado com carteira assinada no momento da prisão ou ser um contribuinte individual. E não pode estar aposentado nem receber qualquer tipo de auxílio-doença.

Mas o que devemos analisar aqui é o uso que se está dando ao dinheiro da Previdência Social, que é resultado direto do trabalho dos cidadãos, a maioria registrada no Regime Geral e que não tem outra renda. Este é um dinheiro que todo empregador deve recolher ao governo e que precisa ser fiscalizado pelos maiores interessados, os próprios cidadãos.


Clique aqui para conhecer mais detalhes sobre o auxílio-reclusão da Previdência Social, inclusive com os valores pagos às famílias >>

Deixe uma resposta