Maior rigor contra doações ocultas para políticos

Conheça as seis propostas do TSE que serão discutidas em audiência pública de 2 a 4 de fevereiro

– Ao prestar contas, o partido será obrigado a informar quais candidatos foram beneficiados com repasses da legenda, especificando o nome dos doadores de dinehiro, bens, materiais ou serviços. Também é necessário especificar a forma como o dinheiro foi gasto.

– Os eleitores poderão doar recursos financeiros diretamente a seus candidatos ou partidos políticos por meio de cartão de crédito

– Também será possível doas dinheiro a candidatos ou partidos pela internet

– Os candidatos e partidos serão obrigados a emitir recibo de todas as doações. Cópias desses recibos deverão ser enviadas para a Justiça Eleitoral ao fim da campanha para integrar a prestação de contas

– O Congresso Nacional deverá aprovar até junho o limite máximo de gastos para candidatos por cargo ao qual faz campanha


Para outras informações, acesse diretamente o site do TSE >>

Deixe uma resposta