EVENTO
Em 13 de
maio próximo, não é só a Abolição
da Escravatura que aniversaria: O INSTITUTO D.. ISABEL também!

Vão-se 118 anos em que a Princesa Imperial Regente
assinou a Lei de nº. 3353, declarando extinta a escravidão
no Brasil e equiparando juridicamente a todos os BRASILEIROS, negros
e brancos.

A comemoração do dia 13 de Maio começa às
9 horas com uma homenagem em frente à estátua da Princesa
Imperial, no Leme.

Em seguida, às 12 horas, será
celebrada uma missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São
Benedito dos Homens Pretos do Rio de Janeiro, pelo Abade Emérito
de S. Bento do RJ, D. José Palmeiro Mendes, com a presença
da Família Imperial. A igreja é um dos maiores símbolos
históricos do Brasil, tento sido ela a sé-catedral que
recebeu a Família Real em 1808 e em seu consistório que
ocorreu a aclamação de D. Pedro como Defensor Perpétuo
do Brasil, em 13 de maio de… 1822!

A organização do evento é do Instituto
Cultural que foi criado há cinco anos e se tornou uma referência
de pesquisa e realizações de projetos educativos e culturais
sobre a Princesa Imperial Regente D. Isabel a Redentora — que
de 1891 a 1921 foi Imperatriz exilada do Brasil na França…

Nos últimos cinco anos, o Instituto D. Isabel
I (IDII) vem organizando significativos eventos como na comemoração
dos 115 anos da LEI ÁUREA, quando inaugurou a estátua
da Redentora no bairro do Leme, com o apoio da Prefeitura e da Senhora
Marilda Sá da Silva (FAMEBRAS); organizou com a Família
Imperial as homenagens póstumas à Condessa de Paris, neta
homônima de D. Isabel I que faleceu em 5 de julho de 2003; realizou
a 14 de novembro (data de morte da Redentora), o evento “E da
ABOLIÇÃO nasceu a REPÚBLICA… O 15 de NOVEMBRO
de 1889 como conseqüência do 13 de maio de 1888”, na
Alerj.

Em 2004, o IDII realizou uma Sessão Solene após
a tradicional Missa do 13 DE MAIO, onde foram homenageados os GRANDES
ABOLICIONISTAS, nas pessoas de suas descendentes e a Redentora, na pessoa
de sua bisneta homônima, D. Isabel do Brasil; no final de setembro,
durante 2 dias, promoveu o I SIMPÓSIO NACIONAL, com o tema NEO-ABOLICIONISMO:
resgate histórico ou retomada do Abolicionismo?, com a presença
dos maiores especialistas nas temáticas de Joaquim Nabuco, André
Rebouças, José do Patrocínio, etc.

O Instituto Cultural tem entre seus conselheiros administrativos
e consultivos historiadores, professores, médicos, jornalistas
e empresários que o tornam um celeiro de produção
didática e literária da História do Brasil. Membros
das famílias NABUCO, REBOUÇAS, DANTAS são sócios
do IDII.

Na comemoração dos 160 anos de nascimento
de DONA ISABEL DE BRAGANÇA, dia 29 de julho deste ano, o Instituto
vai produzir um grande evento que começa de manhã em Petrópolis
e termina no Rio à noite com um show com diferentes manifestações
culturais como música, folclore e dramaturgia.

Na ocasião, o IDII deverá lançar
seu primeiro livro, reunindo os artigos e documentos constantes de sua
página na Internet e alguns textos inéditos.

E, para fechar o calendário de 2006, no dia nacional da cultura,
05 de novembro, o IDII organiza um simpósio temático da
Guerra de Canudos, que contempla ainda uma exposição e
concurso de pintura etc. Aderindo aos festejos pelo centenário
do 14 BIS na França, o IDII irá realçar a ligação
existente entre nosso legendário Santos-Dumont e a Redentora,
no exílio.

Acesse o Instituto Cultural D. Isabel I a Redentora através de
www.idisabel.org.br
.

Deixe uma resposta