<p>Eleições 2016 – MCCE: TSE detecta 40 mil doações com indícios de irregularidades<p>

20/09/2016 – A duas semanas das eleições municipais, as irregularidades de campanha se multiplicam pelo Brasil. O Tribunal Superior Eleitoral já identificou 40 mil doações com indícios de irregularidades.

O Bom Dia Brasil fez um levantamento junto aos tribunais regionais eleitorais de todo o país. São quase 12 mil denúncias de irregularidades nos 15 estados que nos responderam.
Os crimes mais comuns foram: propaganda irregular, compra de votos, uso da máquina pública e pesquisas eleitorais sem registro.
Outro problema são as doações ilegais, nesta primeira campanha em que as empresas não podem contribuir. O Tribunal Superior Eleitoral identificou mais de 38 mil doadores com indícios de irregularidades no país – um terço do total.
Documentos de eleitores e listinha de material de construção. Tijolos, telha, cimento. Em troca de votos para vereadores, segundo a polícia.
Os cadastros foram apreendidos na casa de uma funcionária da prefeitura de Cajueiro, em Alagoas. Além de material para obra, ela também oferecia lotes de terra.

”Muitos documentos de cessão, doação de terrenos para esses eleitores trazem indícios fortes da prática desse tipo de crime, da compra de votos”, disse o superintendente adjunto da Polícia Federal em Alagoas, André Costa.

No Rio, o TRE investiga um candidato a vereador que distribuiu óculos a eleitores da Ilha de Paquetá. Todo o material foi apreendido. Esse tipo de evento é proibido no período eleitoral.

No Pará, as denúncias são recebidas pelo Comitê de Combate à Corrupção Eleitoral, que funciona em uma sala no Centro de Belém. Os atendentes já receberam mais de duas mil denúncias por telefone e pela internet. Apenas 10% delas são descartadas por falta de informação mais consistente. Os outros 90% são enviados para o Ministério Público. A maioria das denúncias está relacionada à propaganda irregular.

Fonte: g1.globo.com

SANDRO MEIRELES
Assessoria de Comunicação – Comitê Nacional
Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE
+ 55 (61) 2193-9646
www.mcce.org.br

MCCE – 14 ANOS (2002-2016)
Voto não tem preço, tem consequências.

17º Aniversário da Lei 9840/99 (Lei da Compra de Votos)
6º Aniversário da LC135/10 (Lei da Ficha Limpa)

Deixe uma resposta