É fundamental qualificar o debate público sobre as políticas de desarmamento no Brasil. Vejam o pronunciamento do deputado conservador de Minas sobre o tema Bruno Engler e a torção da argumentação esquerdista! A torção do falso argumento apenas escamoteia o sentido do argumento quando afirmo algo que na verdade não diz respeito ao que estou afirmando. Mas s distorção argumentativa é mais perversa pois se trata de enganar, ludibriar mesmo o meu adversário; se trata de afirmar exatamente o contrário, o oposto do que estou argumentando. Como no exemplo da argumentação desarmamentista que afirma que a arma em si mesma é um fator de incremento da violência e morte, quando pode ser exatamente o contrário, um fator de dissuasão do crime e de preservação da vida.

Deixe uma resposta