Concurso de aplicativos para utilização de dados legislativos

Voluntários do IFC/Adote apresentam projeto na Maratona Hacker no Congresso Nacional

Com o projeto SITRANSP que já é um dos 27 finalistas, voluntários esperam contribuir com ferramentas para o Controle Social

Até hoje, 1º de novembro, acontece na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Hackathon – Maratona Hacker, um concurso de aplicativos voltados à utilização dos dados legislativos e parlamentares.

O concurso é organizado pela Câmara dos Deputados em parceria com o Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) e apoio da Escola de Administração Fazendária – Esaf. Os três projetos vencedores do Hackathon receberão prêmios em dinheiro patrocinados pelo próprio sindicato. 
 
O objetivo da Maratona é promover o desenvolvimento de projetos que visem o aumento da transparência na divulgação de informações públicas por meio de tecnologias digitais mobilizando a sociedade na busca de melhorias do processo legislativo e do trabalho dos parlamentares. 
 
Voluntários do Instituto de Fiscalização e Controle – IFC foram selecionados para a fase final da disputa que contará com apenas 26 projetos, dos mais de 90 inscritos na primeira fase.
 
De acordo com o Diretor de Tecnologia do IFC, Denis Moura, a ideia é apresentar um aplicativo que facilite ao cidadão avaliar o quanto os nossos congressistas são transparentes e disponibilizam informações sobre o seu mandato aos eleitores, uma espécie de índice de transparência parlamentar.
 
Vivemos na era da informação. Na medida que as questões tratadas no Parlamento interferem diretamente na vida da sociedade, tornar conhecidos os passos dos membros da "Casa das Leis" é mais que uma necessidade, é uma legítima aspiração social. Ademais, ser transparente é tão crucial quanto ser honesto.

 

 

Deixe uma resposta