<p>Agentes de Cidadania – texto da juíza Ludimila Lins Grilo é uma lúcida visão de nossa patologia ideológica, maior razão de nosso atraso!<p>

“A jornalista da Globonews disse que a culpa pelo massacre na penitenciária de Manaus é do “sistema perverso”.

Percebam como a mídia o tempo todo tenta manipular o imaginário coletivo para que a RESPONSABILIDADE PESSOAL do agressor seja absolutamente ignorada, e a culpa de tudo recaia sobre ENTES ABSTRATOS – como já alertava o psiquiatra e escritor Theodore Dalrymple em seu livro obrigatório “A Vida na Sarjeta”.

Hoje em dia a culpa não é mais do preso violento – é do SISTEMA.

A culpa não é mais do motorista imprudente – é do ALCOOL.

A culpa não é mais do ladrão mau-caráter – é da POBREZA;

A culpa não é mais do assassino cruel – é da INTOLERÂNCIA.

A culpa não é mais do adolescente infrator perverso – é da DESIGUALDADE.

A retirada da responsabilidade pessoal dos ombros dos cidadãos, colocando-a em meras abstrações, é prato cheio para que ninguém mais se preocupe com NADA, já que a culpa sempre será de outra pessoa, ou, principalmente, de outra COISA.

Se a sociedade é formada por indivíduos – tal como o corpo humano é formado por células – não há como prosperar diante desta cultura do vitimismo e da desresponsabilização de seus componentes individualmente considerados”.

Ludmila Lins Grilo é juíza de direito do Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Deixe uma resposta