A situação de PECs, PLs, PLSs e PLCs
Sindilegis lança a sua "Agenda Legislativa 2014", uma compilação de projetos relevantes atualmente em tramitação no Congresso Nacional
 
Sindilegis lança a primeira edição da sua Agenda Legislativa. Fruto da atuação da Diretoria de Observação Política, Acompanhamento de Proposições e Assessoramento Parlamentar, a publicação reúne os principais projetos em tramitação no Congresso Nacional do interesse dos servidores públicos.
 
A Agenda Legislativa Sindilegis 2014 apresenta a situação de PECs, PLs, PLSs e PLCs. Essas informações serão constantemente atualizadas. Segundo o presidente do Sindilegis, Nilton Paixão, o propósito principal da Agenda Legislativa é prestar um serviço de relevância aos servidores e à sociedade brasileira. "Nosso objetivo é contribuir para que importantes projetos e propostas, que afetam não só o servidor, mas a cada cidadão brasileiro, saiam do papel com maior brevidade possível. De posse dessa agenda, esse trabalho vai ser facilitado", declarou o presidente.
 
Duas agendas
 
A Agenda Legislativa do Sindilegis foi dividida em duas versões: a primeira trata de todos os projetos do interesse dos servidores públicos e da sociedade em geral, abordados de forma ampla. A segunda versão são projetos considerados prioritários pelo Sindilegis, pois afetam coletivamente a categoria dos servidores representados pelo Sindicato.
 
De acordo com o diretor de Observação Política, Acompanhamentos de Proposições e Assessoramento Parlamentar, Fernando Moutinho Bittencourt, o Sindilegis pretende, com a agenda mais ampla, informar o conjunto dos servidores públicos e contribuir com outros Sindicatos e Associações no intercâmbio de informações e atuações conjuntas. 
 
"Este material hoje disponível, fruto de um exaustivo trabalho da equipe do Sindilegis, é um mapa inicial que descreve os principais riscos e oportunidades colocados para os trabalhadores em geral e para os servidores do Legislativo em particular na tramitação legislativa. Esses projetos podem tornar-se grandes avanços para a sociedade e o serviço público, ou podem ser deturpados para se converterem em instrumentos de regressão ao autoritarismo conservador. É a partir desse levantamento que poderemos planejar a atuação do Sindilegis, em conjunto com outras entidades sindicais, para defender nossos filiados e os trabalhadores brasileiros”,  assegurou o diretor. 
 
Já a Agenda de Projetos Prioritários será o foco da Diretoria do Sindicato, pois norteará a atuação dos dirigentes, possibilitando o acompanhamento de propostas que atingem diretamente a carreira. A publicação está dividida por área de interesse, facilitando a pesquisa de informação.
 
As Agendas estão disponíveis no portal do Sindilegis, por meio dos links abaixo:
 
 

Deixe uma resposta