<p>Movimentos sociais – Convergências entrega ao Parlamento conclamação de 50 entidades para a reforma política<p>
MOVIMENTOS PROTOCOLAM NOTA SOBRE REFORMA POLÍTICA NA COMISSÃO DA CÂMARA, PRESIDÊNCIA E SENADO

Um sonoro não à lista fechada de candidatos por partido, proposta por lideranças partidárias na nova discussão sobre Reforma Política, é um dos principais temas tratados em uma Nota Coletiva emitida por dezenas de movimentos de rua, por meio do Convergências, um grupo de sincronia na produção de pautas em comum. O documento tem por objetivo chegar aos parlamentares, e aos presidentes das casas legislativas federais, a palavra de milhões de brasileiros ligados direta ou indiretamente aos movimentos que assinam o documento. O documento elenca mais 4 temas com o posicionamento dos movimentos:

1 – fim do financiamento público de partidos (somente as pessoas físicas devem financiar);
2 – fim das coligações;
3 – favoráveis à clausula de desempenho, mínimo de 2%, uma forma de ter no Congresso somente os partidos que representem uma parcela expressiva da população (2% equivale a cerca de 3 milhões de votos em todo o País);
4 – voto impresso em todas as urnas, para conferência do eleitor, com urna física à parte, e contagem imediata após o término do pleito na própria seção .

O documento será encaminhado também por cada movimento integrante, à imprensa local (movimentos de dezenas de cidades e estados), além de dar ciência aos parlamentares estaduais e municipais. Várias das lideranças conversarão também com parlamentares, entregando o documento diretamente a cada um.

Veja a íntegra da Nota e os Movimentos signatários:
nota-coletiva-reforma-politica-comissao-camara

http://convergencias.org.br/movimentos-protocolam-nota-sobre-reforma-politica-na-comissao-da-camara-presidencia-e-senado/ (234)

Deixe uma resposta