<p>Livros – Editora Unesp publica um clássico sobre o romantismo, do filósofo alemão Friedrich Schlegel<p>

Numa quadra decisiva da história da humanidade, em que se ultima o debate sobre a falência das utopias sociais coletivistas, é fundamental buscar a origem do romantismo que determinou todas as utopias voluntaristas de determinação social dos homens.

Fragmentos Schlegel

Crítico literário, poeta e editor, Friedrich Schlegel foi uma voz determinante para os movimentos literários europeus do século XIX. Seus aforismos, publicados na revista Athenaeum, que dirigiu entre 1798 e 1800, foram a base sobre a qual se edificou o primeiro romantismo alemão. Em Fragmentos sobre poesia e literatura (1797-1803) e Conversa sobre poesia, reunidos em um mesmo volume nesta edição brasileira, pode-se conferir essa escrita que busca, em forma de diálogos, refletir sobre o significado da vida e da arte.

  • TRADUÇÃO: Constantino Luz de Medeiros
  • ASSUNTOS: Filosofia / Letras e Linguistica
  • ANO: 2016

(70)

Deixe uma resposta