Mais um empresário resolve admitir publicamente a sua omissão na participação da vida política do país e sua responsabilidade civil em ter deixado a nobre atividade da política ser ocupada pelas quadrilhas de delinquentes assaltantes dos recursos públicos. E, pior do que isso, permitindo que viceje no Estado ideologias esquerdistas que acabam por degradar a saúde econômica de todo o país. (498)

Deixe uma resposta