Antes de reclamar de seu próprio país, é fundamental que os jovens façam a diferença, saiam às ruas, se manifestem, participem e se posicionem frente às grandes questões nacionais, como cidadãos atuantes. Depoimento do engenheiro naval Luís de Mattos para o programa Agentes de Cidadania da Voz do Cidadão. (689)

Deixe uma resposta